Glossário náutico
   A   B   C   D   E   F   G   H   I   J   K   L   M   N   O   P   Q   R   S   T   U   W   X   Y   Z

À bolina

Navegação efetiva num ângulo apertado com a direcção do vento. Também chamada: para ganhar barlavento, para o vento ou bordejar.

À popa

Navegação a favor do vento. Também se aplica na navegação que se faça recebendo o vento para trás do través

Abatimento

alteração do rumo que sofre um veleiro pela acção conjunta da corrente e do vento, abater;

Abordagem

tática de ataque naval;

Abotucadura

Ponto aonde venha se fixar um ovem ou brandal ao casco.

Abrir

termo usado para explicar que a vela sobe quando o burro não está caçado;

Acastelagem

conjunto dos acessórios do convés;

Acostagem ou atracação

encostar a embarcação a um cais, por norma com proteções (defensas);

Acuteladas

Velas com muita barriga.

Adernamento

Adornamento ou Adernamento. inclinação para um dos bordos da embarcação;

Adernar

Inclinar a embarcação para um dos bordos. Adornamento ou Adernamento

Adornamento

(ver Adernamento);

Adriça

Cabo que serve para suspender (içar) as velas e as bandeiras.

Aduchar

Deixar um cabo bem arrumado.

Aguentar

Parar de puxar.

Aguentar sobre volta

Prender passando no cunho mas, aguentando na mão.

Agulha

Bússola.

Alanta

Cabo que faz a amura de uma vela de balão.

Alar

(ver Caçar);

Alargar

quando o vento começa a ser mais favorável;

Alboi, albóio

cobertura envidraçada que cobre as escotilhas

Alça

serve para rematar um chicote;

Alheta

Ponto aonde se juntam o costado e o espelho de pôpa. Zona do costado de uma embarcação entre a popa e o través.

Alijar

largar/lançar objetos do navio ao mar a fim de aliviá-lo do excesso de carga;

Altura da maré

Estofo - Maré baixa - Maré enchente - Maré de quadratura - Preamar - Vazante, etc

Amainamento

ato de colher, amainar, as velas (em oposição a içar);

Amantilho

Fixa o pau de spinaker ou a retranca para cima. Cabo que sustenta uma verga. Oposto de Gaio

Amarra

Corrente ou cabo que liga a âncora ao barco.

Amarração

ato de amarrar uma embarcação a um cais;

Amura

Zona do costado de uma embarcação entre a proa e o través. O punho por onde se prende uma vela na linha longitudinal do barco. O rumo do barco em relação ao bordo por onde recebe o vento (amurado por bombordo ou amurado por estibordo). Muda se de amura rodando em direção ao vento, entrando na zona não vélica , passando com a proa pela linha do vento e saindo na nova amura. Bordo, ou cabo, do lado que recebe o vento;

Amurado por bom bordo

Velejar recebendo o vento pelo lado esquerdo do barco (bombordo).

Amurado por estibordo

Velejar recebendo o vento pelo lado direito do barco (estibordo).

Amuras a bombordo

Quando o lado de Bombordo é o que recebe o vento (Barlavento)

Amuras a boreste

Quando o lado de Boreste é o que recebe o vento (Barlavento)

Âncora

peça de ferro terminada por duas unhas e uma argola na extremidade oposta, para prender as embarcações ao fundo do mar;

Ancoradouro

local onde uma navio lançava a âncora;

Antepara

Divisória vertical no interior da embarcação.

Anteparas

são "paredes" longitudinais ou transversais cuja função pode ser delimitar espaços, fortalecer a estrutura ou garantir a estanquidade de um compartimento.

Antifouling ou antivegetativo

(ver Antivegetativo);

Antivegetativo

pintura para evitar o crescimento de seres vivos nas obras vivas do casco;

Aparelho

Conjunto do mastro,retranca e os cabos que os suportam, tornando possível utilizar as velas. Nome dado ao conjunto propulsor dos veleiros: velame, massame e poleame;

Aparelho de labor

parte móvel e que trabalha : retranca, escotas, etc;

Aparelho fixo ou morto

conjunto de cabos e peças de poleame definitivamente ligados a mastros, vergas, etc.;

Aplainar

caçar ao máximo uma vela para lhe tirar toda o bojo (volume);

Aportar

(ver Arribada)

Aproar

meter a proa em direção de;

Aprumar

(ver Adernamento);

Aquartelar

Marear uma vela para barlavento para obrigar o barco a parar ou recuar. Aproar uma nave para a fazer parar ou recuar;

Ardente

barco com tendência a orçar (em oposição a mole);

Área costeira

São aquelas áreas em alto-mar, regiões desabrigadas de mau tempo, porém ainda dentro do limite visual da costa, ou seja, você está em alto-mar, em áreas desabrigada, porém está sempre avistando o litoral. Máximo de 20 milhas náuticas da costa.

Área interior

São as chamadas áreas abrigadas ou parcialmente abrigadas de mau tempo e tempestades. Pode-se assim dizer que são as baías, enseadas, lagoas, lagos, rios, canais. Se você só navega em águas abrigadas de mau tempo, você pratica navegação interior.

Área oceânica

São as áreas totalmente desabrigadas, fora do alcance visual da costa, normalmente a mais de 20 milhas da costa. Lá onde só se avista céu e água.

Arfada

balanço no sentido popa/proa;

Arinque

Cabo amarrado a uma âncora e fixo numa bóia para safar a âncora se necessário.

Armadoria

nome empregado na construção naval à relação entre quilha e mastros;

Arnez

Cinto de segurança que se fixa à embarcação.

Arnez ou arnês

cinto de segurança;

Arrear ou amainar

Baixar. Termo usado quando se baixa uma vela, bandeira, etc. antônimo Içar, Hastear ( ver Amainamento);

Arribada

entrada imprevista, por vezes forçada num porto por razões de força maior.

Arribar

Girar a Proa no sentido de afastá-la da linha do vento (contrário de orçar), ou para sotavento. Ato de afastar a proa da direção do vento (em oposição a orçar);

Arrimar

acostar, aproximar-se até tocar;

Árvore seca

Navegação "sem velas" quando o vento está muito forte

Asa-de-pombo

Disposição das velas em lados opostos quando se navega com o vento pela popa

Astrolábio

instrumento de navegação usado para medir o ângulo que o Sol faz com o horizonte;

Atesamento

ato de atesar, puxar o necessário uma adriça;

Atracação

(ver Acostagem);

Atracadouro

estrutura onde parar e amarar uma embarcação;

Atrás

Do lado da popa, oposto à frente.

Balanço

movimento oscilatório de um navio;

Balão ou vela balão

(ver Spinnaker);

Baliza

boias e marcas que servem de referência à navegação;

Barbarola (barber-hauler)

cabo que se passa pela escota para a aproximar do bordo;

Barlavento

A direção de onde vem o vento (contrário de sotavento). Lado de onde sopra o vento.

Bartedouro

Recipiente para esgotar água de uma embarcação.

Bicha

cabo que serve para fazer variar a tensão da vela grande;

Bicha ou downhaul

Cabo usado para tensionar a valuma da vela

Bigota

polia chata sem roldana;

Boca

A parte lateral mais larga de uma embarcação

Boça

Pequeno cabo de amarração geralmente preso à proa das pequenas embarcações. Cabo que serve à amarração ou ao reboque;

Bochecha

Parte da embarcação entre a proa e o través

Boia

objeto flutuante ou então que permite a um objeto flutuar;

Bojo

parte da carena, formada pelo fundo do navio e sua parte quase vertical;

Bolina

técnica de navegação contra o vento

Bolinar

Navegar próximo da direcção do vento.

Bolsa de tala

Reforços costurados a vela usados para acomodar as talas

Bombordo

O lado esquerdo da embarcação quando se está olhando para a proa (antônimo Estibordo). (em oposição a boreste ou estibordo);

Boom jack

(ver Burro)

Borda falsa

parapeito do navio no convés quando não há balaustrada;

Bordada

ação de bordejar ou tiro de artilharia naval;

Bordejar

Velejar contra o vento usando uma série de cambadas. Navegar virando de bordo com frequência. Navegar em ziguezague para se velejar de contravento (subir ao vento);

Bordo

cada um dos lados do costado de um navio (bom+bordo e esti+bordo);

Bordo de fuga

(ver Valuma)

Boreste ou estibordo

O lado direito da embarcação quando se está olhando para a proa. (ver Estibordo)

Brandais

Cabos de aço estendidos lateralmente até o topo do mastro, que impedem o seu movimento para os lados. Cabos que suportam os mastros transversalmente.

Brisa

vento próximo da superfície do mar, a baixas altitudes;

Bucim

peça por onde passa o eixo do motor para o exterior do navio;

Buja ou vela de estai

(ver Vela de estai)

Bujarrona

Vela que é envergada no estai da bujarrona. Mastaréu que se segue ao gurupés.

Burro

Dispositivo usado para puxar a retranca para baixo. Cabo ou peça que impede a retranca de subir.

Bússola

instrumento de navegação, que indica um norte magnético da região;